Fashiitas – Edição III

Avicultor do Interior – clicado em Piracicaba-SP

Avicultor do Interior

O homem avícola vem trajando um belíssimo avental verde piscina, demonstrando uma perfeita sintonia e conhecimento a tudo que rolou no último Granja Fashion Week. Na ocasião, optou por um tom mais escuro, ideal para o manejo dos galináceos e seus dejetos. No cucuruto, traz um boné com o distintivo da empresa, mostrando toda sua dedicação corporativa. E na hora de pegar duro no batente, prova que é bom em segurar ovos caipiras. Iá-iá e cocoricó pra ele!

 

Ativista do ABC – clicado no Paço Municipal de São Bernardo-SP

Ativista do ABC

O arauto da rebeldia veste uma camisa regata que pouco acentua sua massa revolucionária, erroneamente justaposta a uma calça bege de sarja, totalmente demodê. Nos pés, traz um calçado pretensiosamente vintage, pouco confortável às suas atividades guerrilheiras. Destaque apenas para a máscara médica com filtro, que substitui bem a echarpe nos dias com muita poluição. Vai levar meu iô-iô, com muito peso na consciência, pois conheço o rapaz desde meus tempos de Rudge Ramos.

 

Dorminhoco do Quitaúna – clicado em Osasco-SP

Dorminhoco do Quitauna

O austero e valente profissional veste uma perfeita combinação camuflada de calça e camisa, super adequada a combates na selva e demais ambientes hostis. Seu capacete, além de ornar perfeitamente ao conjunto e ter sido feito sob medida à sua circunferência craniana, oferece amplo conforto em pestanas e afins, garantindo também discrição quando surpreendido pelo sargento. Iá-iá acompanhado de uma salva de tiros! Pow, pow!

Aiatolá do Tamanduateí – clicado em frente à estação de trem

Aiatolá do Tamanduateí

O líder espiritual veste um conjuntinho manjado com matizes de roxo pouco interessantes, revelando olhos não-antenados ao fim do tom sobre tom das últimas tendências. Traz na região cervical um colar todo feito à base de balas de grosso calibre, que fortalecem seu caráter de forma substantiva. Na cabeça, a toalha enrolada do almoço, combinada com a faca que utilizou para cortar os kibes de sua refeição. Que, aliás, pode ter sido a última. Iô-iô pra ele e iá-iá para Alá.

Anúncios
Esse post foi publicado em fashiitas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s