Dúvidas Corporativas? Dr. Dalmo responde!

Dalmo, as teclas “control”, “c” e “v” do meu teclado estão um pouco falhas. Peço um teclado novo pro chefe ou desisto dessa vida de Atendimento Publicitária? (Tânia, 39 anos, Salvador-BA)

Nem uma coisa, nem outra, Tânia querida. Ao invés de copiar e colar os e-mails dos seus clientes e repassá-los ao pessoal da Criação, sugiro simplesmente não passar os briefings e deixar que os meninos criativos adivinhem completamente o trabalho e o prazo estipulado. Isso certamente vai gerar uma integração maior entre você e seus colegas, propiciando o nascimento de grandes amizades, pode apostar. Beijos.

Dalmo, estou precisando urgentemente de aumento e meu chefe não está notando minha produtividade! Eu chego às 7h30 e saio às 23h30 todo dia e, mesmo assim, nada. O que que eu faço? (Marton, 32 anos, Guarulhos-SP – enviado via Facebook)

Marton, sair do Facebook pode ser uma boa, ou ao menos não usá-lo durante 95% do seu horário de trabalho. Outras alternativas viáveis que costumam dar resultado: seja notado em todas as reuniões, dando gargalhadas em momentos inapropriados ou tendo espasmos durante a divulgação do balanço da empresa. Tente, também, inverter o seu horário de trabalho, chegando às 23h30 e saindo às 7h30. Fazendo isso, você certamente será notado não só pelo seu chefe, mas pelo departamento de RH. Boa sorte!

Dalmão, qual é a fascinação que esse povo todo tem em relação a “conference call’s”? Ele é tão importante assim a ponto de abolirmos e-mails? Ou é apenas a prova viva de que alguém não entendeu o trabalho direito e, assim, precisa de outras pessoas na sala para testemunhar seu fracasso? Da próxima vez que vier à terrinha, tá convidado a comer sarapatel aqui em casa! Sou teu fã! (Françualdo, 38 anos, Candeias-BA)

Caro França, tudo bom? Fiz um ensaio em relação a esse tema controverso em um dos meus livros, intitulado “Alô, Incompetência? Quer deixar recado? Mitos, inverdades, mistérios e magias  do Conference Call”. Sugiro que leia atentamente o capítulo “Uma farsa em 10 botões, mais asterisco e jogo da velha” para ter uma percepção mais aguçada sobre essa ferramenta que minimiza o grau de carência dos empreendedores corporativos e nos dá a falsa sensação de otimização do tempo. Abraço e me espere para o lanche.

*Dalmo é antropólogo, guru, tarólogo, personal stylist de celebridades, professor de defesa pessoal e renomado profissional de marketing. Ensinou Justus a pentear seu cabelo e é colaborador esporádico da Odaires.

Tem alguma dúvida corporativa? Pergunte ao Dr. Dalmo nos comentários.

Anúncios
Esse post foi publicado em dr. dalmo responde. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Dúvidas Corporativas? Dr. Dalmo responde!

  1. Adnam disse:

    Dr. Dalmo.. o senhor é “o cara”…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s