As piores invenções da humanidade: axé

Axé

E o desastre foi feito...

Existem males. Existem pragas. E existe o axé. Contrariando o senso comum existente no universo, o ritmo musical denominado “axé” não possui raízes soteropolitanas. Ele originou-se na África, mas não do jeito que a maioria das pessoas imagina.

O engraxate marroquino Al Salem Achié era apenas um jovem menino que trabalhava honestamente nas ruas de Casablanca. No dia em que lidava com uma tinta diferenciada para oferecer a seus clientes, Achié teve um mal súbito, desmaiou e ficou desacordado por 3 meses.

Quando acordou, não se lembrava de absolutamente nada, a não ser seu nome. Como um indigente, vagava sem rumo pelo cais do porto buscando respostas. Foi então que entrou por engano em um navio que levaria especiarias pra Bahia.

Já em terras baianas, o andarilho Achié continuou sua busca pelas estradas do estado. O sol arretado daquela terra queimava o asfalto e castigava seus carcomidos pés. Ele então arrumou um jeito de continuar andando, porém conservando sua integridade corpórea. A solução foi andar pulando, dando pequenos trotes aos faniquitos, balançando freneticamente seus braços para cima, com a esperança que alguém o visse passando pelo acostamento da estrada. E, como a única coisa que sabia era o seu nome, começava a gritar: Achié! Achié! Achié!

Um hippie vagabundo de férias, com o dinheiro poupado da venda de suas miçangas, viu Achié em seu ritual de sobrevivência e não teve dúvida: decidiu inventar o mais novo sucesso musical, tornando-se posteriormente um trilhardário da indústria fonográfica nacional.

"Achié! Achié! Achié!"

Atualmente, Achié mora na Bahia e toca aquele instrumento de percussão que ninguém sabe o nome, mas é irritante pra cacete. Ah, claro, e sua música deve estar te irritando nesse exato momento, em alguma estação chinfrim de rádio.


Anúncios
Esse post foi publicado em piores invenções da humanidade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s